Tudo sobre canais de vendas nos dias atuais

A maneira como os clientes buscam informações e compram produtos e serviços está em constante evolução. As empresas tentam adaptar seus modelos de negócios ao ambiente em rápida mudança – e atualizar os canais de venda utilizados é um dos passos fundamentais.

A experiência do cliente é a principal prioridade para o sucesso na era digital, com clientes hiperconectados exigindo um novo nível de envolvimento e suporte, desde o primeiro contato até o pós-venda. Isso exige um nível consistente de capacidade de resposta, velocidade e intervenções certas das marcas.

Com as plataformas de hoje, conectadas, baseadas em nuvem e sempre ativas, os consumidores estão se acostumando à comodidade de fazer suas compras de forma 100% digital.

Ou seja, as empresas precisam estar o mais online possível e, de preferência, na mão de todos os clientes por meio dos smartphones. Entendemos a força de lojas físicas, telemarketing e outros métodos offline, porém o objetivo aqui é mostrar que os canais de venda digitais conquistam um espaço cada vez maior nos dias de hoje.

Justamente por isso, grandes empresas estão alinhando esforços de vendas tradicionais com canais de venda online e mercados em nuvem. Quando falamos sobre vendas pela internet, não estamos mais nos referindo ao futuro – mas sim ao presente.

Quer entender melhor como estão estruturados os canais de venda nos dias atuais? Confira ao longo deste artigo!

Space

O que são canais de venda?

Os canais de venda são locais onde você pode comercializar seus produtos. Isso pode incluir desde uma loja física no centro da cidade como um site de comércio eletrônico ou um aplicativo.

Com a evolução da tecnologia e mudanças no hábito do consumidor, os canais de venda online estão em alta. Em vez de passar 15 minutos no telefone ou ir até uma loja física, os consumidores podem realizar seus pedidos em poucos minutos enquanto estão sentados no sofá de casa esperando a janta ficar pronta. Trata-se de uma nova forma de consumo que deve ser uma tendência cada vez maior.

Canais de vendas online

Já vimos que os canais de venda nos dias atuais estão voltados para o mundo digital. Mas quais são as principais alternativas que você tem? Veja quais são elas:

  • Site próprio
  • Marketplaces
  • Redes sociais
  • Aplicativo

Site próprio

A primeira alternativa para quem deseja explorar os canais de venda digitais é a criação de um site próprio em formato de loja virtual, você pode dividir conteúdos institucionais sobre seu negócio e informações/catálogo sobre seus produtos.

Em resumo, estas lojas virtuais (também chamadas de e-commerce), são páginas que permitem que os consumidores encontrem os produtos desejados e realizem seus pedidos online.

Criar o próprio site é talvez a primeira opção que pensamos ao iniciar as vendas pela internet, mas como vimos acima, existem outras opções. A sua escolha vai depender de fatores como o orçamento, a possibilidade de contratar uma plataforma para criação e gerenciamento do site e o plano de negócio ou estratégia de negócio.

Marketplaces

Pode-se dizer que um marketplace é um shopping center digital onde outras lojas e varejistas podem vender seus produtos, utilizando a infraestrutura fornecida pelo marketplace. Essa infraestrutura inclui sistemas de pesquisa, classificação, páginas de produtos, gerenciamento de preços, gateways de pagamento e outras ferramentas.

As principais vantagens dos marketplaces incluem visibilidade, geração de tráfego com esforço mínimo e opções para posicionar o produto em novos mercados com relativa facilidade.

Os exemplos mais conhecidos de um marketplace incluem Amazon, Magazine Luiza, Mercado Livre e Submarino – embora existam milhares de plataformas de nicho menores que são responsáveis por agrupar lojas com produtos da mesma categoria.

Redes sociais

As redes sociais são um dos principais canais de marketing usados pelas empresas brasileiras. Mas você sabia que essas plataformas também se transformaram em canais de venda muito valiosos?

Redes sociais como o Instagram e Facebook já possuem funcionalidades que facilitam a compra de produtos pelos clientes. Portanto, esse pode ser um canal de venda complementar para as suas ações no mundo digital.

Aplicativo

Um aplicativo próprio é uma ótima forma de aumentar as taxas de conversão das suas vendas pela internet. Não é por acaso que as grandes marcas já investem em apps para tornar a experiência do cliente ainda mais simples e intuitiva.

Além de aproximar sua empresa do cliente, os aplicativos também são eficientes para estimular a compra – seja com notificações ou descontos exclusivos. Quando bem usados, os aplicativos podem ser um diferencial para os resultados de vendas obtidos.

O que você precisa considerar ao escolher canais de venda?

Primeiro, quem são seus clientes-alvo? Você vende para um amplo grupo demográfico ou está almejando um nicho muito específico?

Por exemplo, se você vende equipamentos de ginástica, o Instagram pode ser um bom canal de vendas para verificar a viabilidade do seu negócio. Imaginamos que a abordagem sobre condicionamento físico é mais um nicho popular na plataforma e a plataforma em si é dominada por jovens que provavelmente são bem ativos.

Mas se você vende produtos de mobilidade para pessoas mais velhas, talvez um marketplace confiável, como a Magazine Luiza, seja melhor.

Em suma, saber exatamente quem você está almejando é extremamente importante ao escolher um canal de vendas, são variáveis que devem ser levadas em consideração e podem ir muito além dos exemplos aqui citados.

Em segundo lugar, alguém compraria seu produto por impulso ou é provável que faça alguma pesquisa com antecedência? Por exemplo, pense em quando você vai à loja para comprar mantimentos, os vegetais que estão na sua lista de compras são uma compra planejada, mas aquele pequeno pote de sorvete de chocolate que você pega na saída é uma compra por impulso. Neste sentido, ações no Facebook podem se tornar um ótimo canal para promover compras por impulso. Por quê? As pessoas podem ser impactadas por seu anúncio do Facebook em um momento oportuno, clicar e comprar o produto em 30 segundos.

Porém perceba seu ticket médio, os custos e valores do seu produto, se você vende itens mais caros por exemplo, os clientes podem necessitar fazer algumas pesquisas mais aprofundadas antes da compra. E, neste caso, ter seu próprio site de comércio eletrônico com informações relevantes que as pessoas encontrem enquanto fazem suas pesquisas, pode ser mais uma opção que encaixe a sua realidade.

Por último, você precisa considerar também, as taxas que alguns canais de vendas cobram. Por exemplo, um marketplace pode cobrar taxas para listar produtos e fica com uma porcentagem de suas vendas. Portanto, você precisa de uma margem suficiente para pagar essas taxas de comissão e ainda assim ter lucro.

Abordagens para digitalizar canais de venda

A digitalização dos canais de venda terá um papel fundamental na diferenciação em um mercado saturado, no crescimento da receita e na melhoria da lucratividade. Mas como colocar isso em prática? Aqui estão algumas dicas:

  • Mapeie a jornada do cliente. O mapeamento da jornada pode fornecer insights sobre questões como quem está comprando o produto ou serviço, como tornar a jornada de compra mais fácil, como resolver as dúvidas dos parceiros com mais facilidade ou como fornecer informações melhor.
  • Crie de uma loja digital de autoatendimento. As plataformas de vendas online podem otimizar a experiência do cliente por meio de fatores como usabilidade, capacidade de pesquisa e simplicidade – e atender a todos os aspectos com fluxos de trabalho bem planejados. Essas lojas online podem gerar melhores oportunidades de upsell ou vendas cruzadas por meio de recomendações personalizadas com base na análise de dados, histórico do cliente e por meio de soluções integradas personalizáveis.
  • Automatize as operações de vendas. Os bots podem realizar operações de vendas e marketing contínuas e mais eficientes. Uma combinação de IA e automação de marketing, quando usada para enviar conteúdo, atualizar documentação técnica ou apoiar tarefas administrativas, irá agilizar os processos e aprimorar a experiência do cliente.
  • Aprove os dados coletados. Uma quantidade enorme de dados coletados nos canais digitais permanece subutilizada. Embora isso possa se espalhar por sistemas de informações diferentes, a inteligência artificial e as ferramentas de gerenciamento de dados podem ajudar a obter percepções importantes sobre seu cliente, apesar da complexidade. Isso ajudará a vender mais por meio de recomendações de produtos ou campanhas direcionadas precisas.

Você gostou das informações sobre os canais de venda nos dias atuais? Quanto mais descomplicados e ágeis forem os canais usados pela sua empresa, maiores são as chances de fechar ótimas vendas. Descubra como a Mobilizei pode ajudá-lo a colocar isso em prática!